Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Benfica-Braga (2-2)

Espetáculo e polémica acabam em empate na Luz

por João Ruela  

Espetáculo e polémica acabam em empate na Luz
Fotografia © Global Imagens

Melgarejo na origem da reviravolta do Sporting de Braga, travada por um penálti que resultou na expulsão de Douglão, que não tinha cometido qualquer falta. Benfica mantém "maldição" da primeira jornada.

Emoção, espetáculo, golos e polémica no primeiro jogo "grande" da época 2012/13, onde Benfica e Sporting de Braga empataram este sábado, a dois golos, no Estádio da Luz. Os encarnados estiveram a vencer, viram Melgarejo dar origem à reviravolta bracarense e chegaram ao empate entre polémicas que marcaram uma segunda parte de bom futebol.

Numa partida entre dois candidatos - com diferentes argumentos - ao título, o melhor do jogo ficou guardado para a segunda parte. Antes, durante 45 minutos marcados pelo equilíbrio, o Sporting de Braga destacou-se pela eficácia na "teia" montada a meio-campo, visivelmente já uma marca de Peseiro (a preferir a transições em posse aos ataques rápidos), enquanto o Benfica somou as melhores ocasiões de golo. Golos, porém, só mesmo na segunda parte.

Salvio, de regresso ao estádio que tanto suspirou por ele, inaugurou o marcador aos 49 minutos, na sequência de um cruzamento de Rodrigo que Óscar Cardozo não conseguiu concluir. O Sporting de Braga entrou mal na segunda parte e sofreu, por isso, um golo a "frio", mas chegou ao empate num lance que não contribuirá para os adeptos ficarem convencidos com o "adaptado" Melgarejo. Na sequência de um bom cruzamento de Ismaily - ótima exibição a... lateral esquerdo -, o paraguaio cabeceou para a própria baliza e fez o empate, aos 54 minutos.

Melgarejo, porém, não se ficou por aqui nos erros defensivos. No ataque o paraguaio até esteve sempre muito interventivo - como seria de esperar num... avançado -, mas na defesa voltou a errar aos 62 minutos, momento em que "entregou" a bola a Alan. O brasileiro, na quina da grande área, rematou cruzado e a bola encontrou os pés de Mossoró, que teve tempo para "sentar" Artur e atirar para a baliza deserta. O resto do jogo dividiu-se entre a tentativa do Sporting de Braga em segurar o resultado, o "massacre" ofensivo do Benfica e... as decisões polémicas de arbitragem.

Aos 73 minutos, penálti para o Benfica. Existente, por mão na bola, é certo, mas a equipa de arbitragem chefiada por Artur Soares Dias - recebeu a indicação de um assistente - errou na admoestação do lance. Douglão, que já tinha visto um cartão amarelo, viu a segunda cartolina e foi expulso, mas quem fez a falta foi Custódio, que não tinha qualquer cartão. Alheio aos protestos, Cardozo disparou para o empate - poderia sempre ter marcado o penálti, mas os bracarenses manteriam os onze jogadores em campo. Até final do jogo, o Benfica ainda conseguiu introduzir a bola no fundo da baliza, num lance confuso, muito contestado na Luz, onde Soares Dias considerou que Cardozo fez falta sobre Beto já na pequena área. Mesmo em inferioridade numérica, porém, o Sporting de Braga conseguiu segurar o empate até ao final da partida e deu continuidade, assim, aos "fantasmas" do Benfica na primeira jornada, onde as águias não vencem desde 2004, há oito épocas. O Sporting de Braga continua sem vencer no Estádio da Luz, mas Peseiro manteve a "sua" tradição e não perdeu na estreia por um novo clube.


Ler Artigo Completo(Pág.1/15) Página seguinte
Patrocínio
 
17676Visualizações
4Impressões
136Comentários
2Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado




9ª Jornada

Ver todos os Vídeos

9ª Jornada

Benfica - Rio Ave

1-0

Penafiel - Estoril

 - 

V. Guimarães - Sporting

 - 

FC Porto - Nacional

 - 

P. Ferreira - V. Setúbal

 - 

Marítimo - Moreirense

 - 

Gil Vicente - Arouca

 - 

Académica - Sp. Braga

 - 

Belenenses - Boavista

 - 

9ª Jornada

Benfica - Rio Ave

31/10 19h45

Penafiel - Estoril

01/11 16h00

V. Guimarães - Sporting

01/11 18h00

FC Porto - Nacional

01/11 20h15

P. Ferreira - V. Setúbal

02/11 16h00

Marítimo - Moreirense

02/11 16h00

Gil Vicente - Arouca

02/11 16h00

Académica - Sp. Braga

02/11 19h15

Belenenses - Boavista

03/11 20h00

9ª Jornada

1 - Benfica

22

2 - FC Porto

18

3 - V. Guimarães

17

4 - Sporting

16

5 - Rio Ave

14

6 - Sp. Braga

14

7 - P. Ferreira

14

8 - Belenenses

14

9 - Marítimo

12

10 - Moreirense

10

11 - Nacional

8

12 - V. Setúbal

8

13 - Académica

7

14 - Boavista

7

15 - Arouca

7

16 - Estoril

6

17 - Penafiel

4

18 - Gil Vicente

2

1.º - JACKSON MARTÍNEZ (FC Porto)

15 golos

2.º - FREDY MONTERO (Sporting)

13 golos

3.º - DERLEY (Marítimo)

12 golos

4.º - LIMA (Benfica)

11 golos

5.º - RAFAEL MARTINS (V. Setúbal)

10 golos

6.º - BEBÉ (Paços de Ferreira), HELDON (Marítimo), RODRIGO (Benfica), EVANDRO (Estoril)

9 golos

mais

PUB

Especiais

Recuar
Avançar
BT Edições Multimédia
Epaper
Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN



PUBLICIDADE




DN

Epaper

Epaper