Organização quer dar amarela de 2010 a Andy Schleck

O diretor da Volta a França, Christian Prudhomme, assegurou, numa entrevista ao diário belga Le Soir, que quer organizar um ato que coroe oficialmente o ciclista luxemburguês Andy Schleck como vencedor da edição de 2010.

Ainda sem data marcada para a cerimónia, Prudhomme quer que esta sirva para entregar de forma simbólica a camisola amarela e o troféu e que se realize no Luxemburgo.

"Esperamos que todo o mundo conheça publicamente que o Andy é o nosso vencedor de 2010, ainda que ele tenha ganho e vá ganhar muitas outras coisas em cima da bicicleta", esclareceu ao "Le Soir".

Protagonista com Contador de uma dura luta pela camisola amarela na Volta a França de 2010, Andy Schleck, derrotado na estrada e o eterno segundo na prova francesa, herdou na secretaria a vitória, depois da desclassificação do espanhol pelo positivo por clembuterol no segundo dia de descanso dessa edição.

Esta será a segunda coroação que a organização da Volta a França leva a cabo depois de "despromover" o seu vencedor inicial, devido a casos de doping.

Em 2007, depois de 15 meses de espera, o espanhol Oscar Pereiro recebeu a amarela que era de Floyd Landis, desclassificado por um positivo por testosterona.

Últimas notícias

Recomendadas

Contéudo Patrocinado

Mais popular

Pub
Pub