Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias



Antidoping

Caso César Cielo

FINA arrasa TAS: "Com bom advogado qualquer um se safa"

por Duarte Ladeiras, com AFP  

FINA arrasa TAS: "Com bom advogado qualquer um se safa"

Fotografia © Christinne Muschi-Reuters

O sucesso de um atleta acusado de doping junto do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) depende do nível do seu advogado e não da infracção de que está acusado. Esta forte crítica ao organismo máximo da justiça desportiva partiu da Federação Internacional de Natação (FINA), que não ficou satisfeita com o desfecho do caso César Cielo.

O brasileiro, campeão olímpico dos 50 metros livres, registou um controlo positivo, por detecção de furosemida, assim como outros três nadadores. Os quarto argumentaram que se tratou de dopagem acidental, por contaminação com furosemida de um suplemento nutricional, de cafeína, que os nadadores tomavam regularmente por prescrição médica. Todos foram punidos pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) com advertência e desclassificação, mas a FINA recorreu. O TAS só alterou a sanção de Vinicius Waked, impondo um ano de suspensão, por ser o segundo positivo da carreira deste nadador. De resto, o organismo máximo da justiça desportiva manteve as advertências.

O director executivo da FINA, Cornel Marculescu, mostrou o seu desagrado pela decisão do TAS. "Se tem um bom advogado qualquer um se safa. Se tem um mau advogado apanha o máximo. Se tiver um bom advogado e uma boa argumentação, consegue influenciar o painel de juízes. A margem é demasiado grande. Considero que é demais", afirmou Marculescu, referindo-se às sanções variáveis introduzidas pelo último código mundial antidopagem: dois a quatro anos de sanção para dopagem grave e intencional; até dois anos para substâncias específicas e doping acidental.

O responsável da FINA garantiu que quer discutir este assunto junto da Agência Mundial Antidopagem, para acabar com as enormes discrepâncias entre casos semelhantes. Marculescu deu como exemplo o caso da nadadora russa Anastasiya Ivanenko, que foi suspensa por dois anos, devido a um teste positivo também por furosemida, em Fevereiro de 2007 (altura em que o novo código antidoping não estava em vigor).

"Não é fácil explicar aos atletas porquê num dia é negro e no outro é branco. Como explicamos que se possa ir de uma simples advertência, que não significa nada, até dois anos pela mesma substância?", vincou Marculescu, considerando normal os assobios, vindos da tribuna dos atletas, quando Cielo ganhou os 50m mariposa no primeiro dias dos Mundiais [ganhou depois também os 50m livres]. "As pessoas estão frustradas."


Patrocínio
 
2099Visualizações
3Impressões
2Comentários
1Envio
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto


 
RELACIONADO


Destaques Doping
Ciclismo
UCI suspende ex-ciclista Denis Menchov por dois anos

UCI suspende ex-ciclista Denis Menchov por dois anos

 

O ex-ciclista russo perde os resultados obtidos na Volta a França em 2009, 2010 e 2012. Carlos Barredo também foi punido.




Judo
TAS retira suspensão de dois anos a Charline van Snick

TAS retira suspensão de dois anos a Charline van Snick

 

O tribunal entendeu que a judoca belga "não era consumidora de cocaína", que o seu "consumo nos Mundiais era altamente improvável" e que terá sido alvo de "sabotagem".




Destaques Performance
Ciclismo
Dopagem levou ao fim da equipa apoiada pela Liberty Seguros

Liberty: pressão para vencer antes de casos de doping

 

Dopagem planeada tendo em conta a Volta a Portugal, com injecção de CERA aos ciclistas com mais hipóteses de vencerem e ao corredor mais forte nos momentos complicados




Caso Liberty Seguros
Cândido revela pressão do treinador para usar doping

Cândido revela pressão do treinador para usar doping

 

Ciclista acusou Américo Silva no inquérito à equipa Liberty Seguros, mas o director desportivo nega ter sugerido o consumo de EPO e diz que todas as questões médicas eram apenas responsabilidade dos...










PUB

Especiais

Recuar
Avançar
Continente UVA D'OURO 2014 DN 300x100
Epaper

PUBLICIDADE


30ª Jornada

Ver todos os Vídeos

30ª Jornada

V. Guimarães - Sp. Braga

1-0

Belenenses - Arouca

1-0

V. Setúbal - Olhanense

3-1

P. Ferreira - Académica

2-4

FC Porto - Benfica

2-1

Sporting - Estoril

0-1

Marítimo - Rio Ave

1-0

Gil Vicente - Nacional

1-0

30ª Jornada

V. Guimarães - Sp. Braga

10/05 16h00

Belenenses - Arouca

10/05 16h00

V. Setúbal - Olhanense

10/05 16h00

P. Ferreira - Académica

10/05 16h00

FC Porto - Benfica

10/05 18h00

Sporting - Estoril

11/05 16h00

Marítimo - Rio Ave

11/05 16h00

Gil Vicente - Nacional

11/05 16h00

30ª Jornada

1 - Benfica

74

2 - Sporting

67

3 - FC Porto

61

4 - Estoril

54

5 - Nacional

45

6 - Marítimo

41

7 - V. Setúbal

39

8 - Académica

37

9 - Sp. Braga

37

10 - V. Guimarães

35

11 - Rio Ave

32

12 - Arouca

31

13 - Gil Vicente

31

14 - Belenenses

28

15 - P. Ferreira

24

16 - Olhanense

24

1.º - JACKSON MARTÍNEZ (FC Porto)

15 golos

2.º - FREDY MONTERO (Sporting)

13 golos

3.º - DERLEY (Marítimo)

12 golos

4.º - LIMA (Benfica)

11 golos

5.º - RAFAEL MARTINS (V. Setúbal)

10 golos

6.º - BEBÉ (Paços de Ferreira), HELDON (Marítimo), RODRIGO (Benfica), EVANDRO (Estoril)

9 golos

mais



DN

Epaper

Epaper