Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias



Antidoping

Nuno Ribeiro 2 anos sem competir

Doping: vencedor da Volta a Portugal suspenso e desclassificado

por DUARTE LADEIRAS  

Doping: vencedor da Volta a Portugal suspenso e desclassificado

Fotografia © José Manuel Ribeiro-Reuters

Quase um ano depois de Nuno Ribeiro ter ganho a Volta a Portugal de 2009, a justiça desportiva toma uma decisão sobre o futuro do ciclista português: desclassificação e suspensão por dois anos, por doping detectado num controlo fora de competição realizado antes da principal prova do calendário velocipédico nacional. David Blanco é o novo campeão.

“A União Velocipédica Portuguesa / Federação Portuguesa de Ciclismo [FPC] informa que (...) foi proferida Decisão Final pelo Conselho Disciplinar, tendo o corredor sido sancionado com uma suspensão da actividade de 24 meses, e a anulação do resultado obtido na Volta a Portugal de 2009”, indica um comunicado da FPC citado pela Lusa.

Os controlos efectuados de surpresa à equipa da Liberty Seguros detectaram CERA, eritropoietina (EPO) de acção prolongada, a três ciclistas: Nuno Ribeiro, Hector Guerra e Isidro Nozal. Os ciclistas espanhóis conheceram as sanções definitivas em Maio: ambos foram punidos pela Real Federação Espanhola de Ciclismo com dois anos de suspensão.

A EPO é a versão sintética de uma hormona humana que estimula a medula óssea a produzir mais glóbulos vermelhos, intensificando o transporte de oxigénio para os músculos durante esforços intensos.

Todos os ciclistas visados foram desclassificados, o que torna o espanhol David Blanco, da Palmeiras Resort-Tavira, no  vencedor da Volta a Portugal do ano passado, a apenas onze dias de começar a deste ano, que já não contará com a Liberty Seguros, pois a equipa dirigida por Américo Silva foi extinta depois de a seguradora ter retirado o apoio financeiro.

Numa conferência de imprensa realizada em Outubro, depois de ter sido conhecido o resultado das análises, Nuno Ribeiro atribuiu as culpas pelo teste positivo ao médico da equipa, o colombiano Alberto Beltrán. "Estava na equipa há três anos, com o mesmo médico, passámos muitos controlos e não tinha havido problemas. Se eu confiava no médico, porque estaria ali a contestar o que o médico me dava?", disse na altura o corredor, vincando que as injecções são usuais no ciclismo, por ser o meio mais usado para administrar vitaminas, e que ele não sabia o que continha o material injectável que Beltrán lhe administrou antes da Volta a Portugal.

Ler Artigo Completo (Pág.1/2) Página seguinte

Patrocínio
 
3921Visualizações
6Impressões
0Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto


 
RELACIONADO


Destaques Doping
Ciclismo
UCI suspende ex-ciclista Denis Menchov por dois anos

UCI suspende ex-ciclista Denis Menchov por dois anos

 

O ex-ciclista russo perde os resultados obtidos na Volta a França em 2009, 2010 e 2012. Carlos Barredo também foi punido.




Judo
TAS retira suspensão de dois anos a Charline van Snick

TAS retira suspensão de dois anos a Charline van Snick

 

O tribunal entendeu que a judoca belga "não era consumidora de cocaína", que o seu "consumo nos Mundiais era altamente improvável" e que terá sido alvo de "sabotagem".




Destaques Performance
Ciclismo
Dopagem levou ao fim da equipa apoiada pela Liberty Seguros

Liberty: pressão para vencer antes de casos de doping

 

Dopagem planeada tendo em conta a Volta a Portugal, com injecção de CERA aos ciclistas com mais hipóteses de vencerem e ao corredor mais forte nos momentos complicados




Caso Liberty Seguros
Cândido revela pressão do treinador para usar doping

Cândido revela pressão do treinador para usar doping

 

Ciclista acusou Américo Silva no inquérito à equipa Liberty Seguros, mas o director desportivo nega ter sugerido o consumo de EPO e diz que todas as questões médicas eram apenas responsabilidade dos...










PUB

Especiais

Recuar
Avançar
Continente UVA D'OURO 2014 DN 300x100
Epaper



PUBLICIDADE


30ª Jornada

Ver todos os Vídeos

30ª Jornada

V. Guimarães - Sp. Braga

1-0

Belenenses - Arouca

1-0

V. Setúbal - Olhanense

3-1

P. Ferreira - Académica

2-4

FC Porto - Benfica

2-1

Sporting - Estoril

0-1

Marítimo - Rio Ave

1-0

Gil Vicente - Nacional

1-0

30ª Jornada

V. Guimarães - Sp. Braga

10/05 16h00

Belenenses - Arouca

10/05 16h00

V. Setúbal - Olhanense

10/05 16h00

P. Ferreira - Académica

10/05 16h00

FC Porto - Benfica

10/05 18h00

Sporting - Estoril

11/05 16h00

Marítimo - Rio Ave

11/05 16h00

Gil Vicente - Nacional

11/05 16h00

30ª Jornada

1 - Benfica

74

2 - Sporting

67

3 - FC Porto

61

4 - Estoril

54

5 - Nacional

45

6 - Marítimo

41

7 - V. Setúbal

39

8 - Académica

37

9 - Sp. Braga

37

10 - V. Guimarães

35

11 - Rio Ave

32

12 - Arouca

31

13 - Gil Vicente

31

14 - Belenenses

28

15 - P. Ferreira

24

16 - Olhanense

24

1.º - JACKSON MARTÍNEZ (FC Porto)

15 golos

2.º - FREDY MONTERO (Sporting)

13 golos

3.º - DERLEY (Marítimo)

12 golos

4.º - LIMA (Benfica)

11 golos

5.º - RAFAEL MARTINS (V. Setúbal)

10 golos

6.º - BEBÉ (Paços de Ferreira), HELDON (Marítimo), RODRIGO (Benfica), EVANDRO (Estoril)

9 golos

mais



DN

Epaper

Epaper