Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias



Antidoping

Ciclismo

Vidal Fitas lamenta passo atrás na credibilização da modalidade

por Lusa  

O director desportivo do Palmeiras Resort-Prio lamentou hoje o "passo atrás" na "credibilidade" do ciclismo provocado pelo caso de doping de Nuno Ribeiro (Liberty Seguros), e nem reclama a vitória da Volta a Portugal para David Blanco.

"A ser verdade, é uma situação bastante triste. Sinceramente, não esperava de maneira nenhuma", disse hoje à Agência Lusa Vidal Fitas, o técnico da formação algarvia, que disputa o Grande Prémio Liberty Seguros.

Em comunicado, a Liberty Seguros confirmou hoje os casos de doping de Nuno Ribeiro, vencedor da Volta a Portugal em bicicleta, Hector Guerra e Isidro Nozal, todos por EPO (eritropoietina), retirando o patrocínio à equipa, que vai acabar.

Os corredores deverão pedir contra-análise dos resultados do controlo inopinado da UCI realizado antes da Volta e, caso se confirmem os positivos, incorrem em penas de suspensão de dois anos, de acordo com os regulamentos da UCI.

Para Vidal Fitas, a eventual desclassificação de Nuno Ribeiro (Liberty Seguros), vencedor da Volta a Portugal em 2003 e 2009, e consequente atribuição do título ao espanhol David Blanco (Palmeiras Resort-Prio), que passará a ser o primeiro estrangeiro com três triunfos na principal corrida lusa (2006, 2008 e 2009), é "uma questão secundária".

"As coisas ainda não estão oficializadas e, obviamente, que o nosso sentimento é de tristeza, por mais este passo atrás no caminho que o ciclismo está a percorrer para ser credível. É algo que não queríamos que acontecesse no pelotão português", referiu o responsável da equipa de Tavira.

Ler Artigo Completo (Pág.1/3) Página seguinte

Patrocínio
 
1814Visualizações
0Impressões
0Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto


 
RELACIONADO


Destaques Doping
Ciclismo

Federação do Cazaquistão aperta combate ao doping após casos da Astana

 

Depois de se terem registado três casos de doping na Astana, a Federação cazaque decidiu acentuar o controlo nos passaportes biológicos.




Ciclismo

Davidenok é o terceiro caso de doping na Astana

 

O ciclista de 22 anos teve um controlo antidoping positivo na Volta a França do Futuro.




Destaques Performance
Ciclismo
Dopagem levou ao fim da equipa apoiada pela Liberty Seguros

Liberty: pressão para vencer antes de casos de doping

 

Dopagem planeada tendo em conta a Volta a Portugal, com injecção de CERA aos ciclistas com mais hipóteses de vencerem e ao corredor mais forte nos momentos complicados




Caso Liberty Seguros
Cândido revela pressão do treinador para usar doping

Cândido revela pressão do treinador para usar doping

 

Ciclista acusou Américo Silva no inquérito à equipa Liberty Seguros, mas o director desportivo nega ter sugerido o consumo de EPO e diz que todas as questões médicas eram apenas responsabilidade dos...








8ª Jornada

Ver todos os Vídeos

8ª Jornada

V. Setúbal - V. Guimarães

0-1

Moreirense - Gil Vicente

0-0

Boavista - P. Ferreira

0-0

Arouca - FC Porto

0-0

Estoril - Belenenses

 - 

Nacional - Académica

 - 

Sporting - Marítimo

 - 

Sp. Braga - Benfica

 - 

Rio Ave - Penafiel

 - 

8ª Jornada

1.º - JACKSON MARTÍNEZ (FC Porto)

15 golos

2.º - FREDY MONTERO (Sporting)

13 golos

3.º - DERLEY (Marítimo)

12 golos

4.º - LIMA (Benfica)

11 golos

5.º - RAFAEL MARTINS (V. Setúbal)

10 golos

6.º - BEBÉ (Paços de Ferreira), HELDON (Marítimo), RODRIGO (Benfica), EVANDRO (Estoril)

9 golos

mais

PUB

Especiais

Recuar
Avançar
BT Edições Multimédia
Epaper
Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN



PUBLICIDADE


8ª Jornada

Ver todos os Vídeos

8ª Jornada

V. Setúbal - V. Guimarães

0-1

Moreirense - Gil Vicente

0-0

Boavista - P. Ferreira

0-0

Arouca - FC Porto

0-0

Estoril - Belenenses

 - 

Nacional - Académica

 - 

Sporting - Marítimo

 - 

Sp. Braga - Benfica

 - 

Rio Ave - Penafiel

 - 

8ª Jornada

1.º - JACKSON MARTÍNEZ (FC Porto)

15 golos

2.º - FREDY MONTERO (Sporting)

13 golos

3.º - DERLEY (Marítimo)

12 golos

4.º - LIMA (Benfica)

11 golos

5.º - RAFAEL MARTINS (V. Setúbal)

10 golos

6.º - BEBÉ (Paços de Ferreira), HELDON (Marítimo), RODRIGO (Benfica), EVANDRO (Estoril)

9 golos

mais



DN

Epaper

Epaper