Terry Jones, um dos Monty Python, sofre de demência

O ator foi diagnosticado com doença que lhe afeta a capacidade de comunicar

O ator do grupo humorista britânico Monty Python Terry Jones foi diagnosticado com demência. Quem o divulgou foi o seu representante, ao jornal The Guardian: Jones, de 74 anos, "foi diagnosticado com afasia progressiva primária, uma variante de demência frontotemporal".

"Esta doença afeta a sua capacidade de comunicar e ele já não é capaz de dar entrevistas", declarou o porta-voz.

A noticia do problema de saúde do ator surge numa altura em que os Bafta Cymru, versão do País de Gales da Academia Britânica de Artes do Cinema e Televisão, anunciou que entreguará a Jones um prémio pela sua contribuição enquanto ator neste dois meios.

"Terry está orgulhoso e honrado por ter sido reconhecido dessa forma e está ansioso pelas comemorações", declarou o representante do ator.

Jones ficou conhecido por ter feito várias participações em séries e filmes com o grupo Monty Python, do qual fizeram também parte John Clesse, Terry Gilliam, Eric Idle, Michael Palin e Graham Chapman (este último morreu em 1989).

Além da sua carreira de ator, Jones também dirigiu alguns filmes do grupo, como "A Vida de Brian", "Monty Python, o Sentido da Vida" e "Monty Python e o Cálice Sagrado".

A diretora de operações da Sociedade de Alzheimer Kathryn Smith disse "lamentar profundamente a noticia do estado de demência de Terry Jones" e deu o apoio à familia do ator.

"A Sociedade de Alzheimer está aqui para qualquer pessoa com demência e fazemos tudo para as manter ligadas às suas vidas e às pessoas próximas, dando-lhes apoio e conselhos", acrescentou.

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular