Matthew Weiner, da publicidade aos "Romanoffs"

Matthew Weiner escreveu o esboço do episódio-piloto de "Mad Men" em 1999

O criador de "Mad Men" esteve ligado à série "Os Sopranos" e estreia "The Romanoffs" na próxima primavera.

Quando surgiu a série Mad Men, em 2007, o seu criador Matthew Weiner estava longe de ser um principiante - basta lembrar a sua ligação à série Os Sopranos, entre 2004 e 2007, desde a escrita de argumentos a diversas tarefas de produção. Formado em cinema e televisão pela University of Southern California, foi construindo uma carreira de argumentista que passou por séries de comédia como The Naked Truth (1997-98), com Téa Leoni, ou Becker (1999-2001), com Ted Danson.

Escreveu o primeiro esboço para o episódio-piloto de Mad Men em 1999, portanto vários anos antes da sua concretização. Curiosamente, foi depois da respetiva leitura que o produtor David Chase o convidou para trabalhar em Os Sopranos - a série iria valer-lhe o primeiro dos seu nove Emmys (sete dos quais conquistados com Mad Men, como produtor ou argumentista). Em 2013, para cinema, escreveu e realizou Amigos para o que Der e Vier, uma comédia dramática com Owen Wilson, Zach Galifianakis e Amy Poehler.

Ligado à escrita de todos os 92 episódios de Mad Men, Weiner dirigiu nove deles, incluindo o derradeiro Person to Person, emitido a 17 de maio de 2015. Natural de Baltimore e atualmente com 52 anos, Weiner está a preparar a série The Romanoffs, produzida pela Amazon, com lançamento previsto para a primavera de 2018 - as suas personagens são do nosso tempo e, justificadamente ou não, acreditam que são descendentes da derradeira família imperial da Rússia. Numa outra área, ainda este ano, no outono, será publicado o seu primeiro romance, intitulado Heather, the Totality.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Artes
Pub
Pub