A ruiva Brianna de Outlander vai passar por um conflito de identidade

No cinema, Sophie Skelton orá protagonizar em "Day Of The Dead: Bloodline"

O DN falou com Sophie Skelton sobre a sua personagem na terceira temporada de Outlander, que estreia no domingo, no canal TV Séries.

Regresso de uma das séries do momento com o que promete ser uma muito empolgante terceira temporada, já que Claire (Caitriona Balfe) está de volta à sua vida no século XX, enquanto Jamie (Sam Heughan) continua no século XVIII. Os amantes voltam a estar separados pelo tempo e pelo espaço mas agora têm a memória do seu amor e, sobretudo, têm Brianna (Sophie Skelton), a filha de ambos. Em Portugal, será já no próximo domingo, dia 17 de setembro, que regressa Outlander, a história sobre uma viagem no tempo criada por Ronald D. Moore, produtor e argumentista norte-americano, também conhecido pelo seu trabalho em Star Trek, e escrita por Diana Gabaldon, a autora dos livros nos quais se baseia Outlander.

Pretexto para conversar com Sophie Skelton, ou Brianna Randal Fraser, acabada de acordar em Los Angeles para uma ronda de entrevistas bem cronometradas com jornalistas de todo o mundo. Às 17.00 em ponto, o telefone tocou e num minuto passaram a chamada para a atriz britânica de 23 anos que começou por ser bailarina, passou para o teatro, aos 15 anos foi descoberta por um agente e não voltou a sair do pequeno e grande ecrã.

Desde então, já conta com um BAFTA, um Globo de Ouro e foi nomeada para um Emmy pelo seu desempenho em Outlander, onde interpreta a impulsiva ruiva Brianna, com um papel determinante no eixo central da história, já que foi concebida no século XVIII, mas nasceu no século XX. Acabou por ser criada pela sua mãe biológica Claire mas não pelo pai biológico que ficou noutro tempo.

Nos sites de fãs da série, muitos querem saber o que vai acontecer à sua personagem agora na terceira temporada. Sem destapar muito o véu, a atriz revela ao DN, do outro lado do Atlântico, que Brianna vai passar por um conflito de identidade que envolve o seu passado e o presente. "Nesta nova temporada, há uma mudança a acontecer. Brianna é, agora, uma rapariga a tornar-se numa jovem mulher, debatendo-se com essa mudança ela própria, mas também numa procura constante de informação sobre o seu passado", conta, sem querer revelar mais detalhes sobre a história.

Diz ao DN que tem aprendido bastante com Caitriona Balfe e Sam Heughan, o par romântico que faz questão de ter toda a gente "na mesma página" cena a cena. Recorda o bom ambiente fora do set. "São impecáveis comigo, tentam sempre perceber se estamos na mesma página antes de começarmos, antes de cada cena. Como colegas de profissão, discutem connosco para estarmos em sintonia." Adorou reencontrá-los, dias antes, no afamado Comic Con, em San Diego, onde teve oportunidade de estar com todo o elenco "num ambiente diferente", desde as últimas filmagens, em dezembro passado, na África do Sul. "Foi muito bom, quisemos saber novidades uns dos outros, e claro, falámos muito da terceira temporada", conta, referindo ainda que houve vários fãs de Outlander que puderam estar lado a lado com as suas estrelas, um contacto que Sophie considera muito diferente do que acontece, por exemplo, quando está a fazer cinema.

"Aqui é uma experiência completamente diferente, as pessoas acompanham-nos, são completamente apaixonados pela série e pelos livros, querem mesmo saber como estamos, estão sempre a publicar no Twitter, temos um feedback muito mais imediato". E sim, recebe flores de "fãs muito gentis", segundo ela.

A Escócia foi o outro país que reuniu o elenco, durante os dez meses de filmagens. "Já conhecia bem a Escócia, passei lá muito tempo em viagens com a minha família e sim, Clava Cairns tem uma aura especial, sente-se uma paz muito grande", sublinha. O telefonema acaba em viagens no tempo e Skelton, após uns instantes de silêncio do outro lado da linha, admite que se tivesse uma máquina do tempo, adoraria regressar aos anos 20. Voltando a 2017, e no grande ecrã, vamos poder ver Sophie Skelton como protagonista de Day of the Dead: Bloodline, ainda sem data de lançamento prevista.

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Artes
Pub
Pub