Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Faro

Jovem de 20 anos raptada e violada junto a salinas

por José Manuel Oliveira  

A vítima foi levada para o Hospital de Faro após ter conseguido fugir de um buraco com dois metros de profundidade no qual foi lançada. Suspeito, de 24 anos e nacionalidade cabo-verdiana, acabou por ser detido pela PSP após perder o autocarro para fugir da cidade e quando provocava distúrbios aos gritos no terminal da Eva.

Uma jovem portuguesa de 20 anos foi alvo de rapto, sequestro e violação durante na madrugada de sábado numa zona de salinas junto ao Largo de São Francisco, em Faro, tendo apontado como autor do sucedido um rapaz de nacionalidade cabo-verdiana, que acabou por ser detido por elementos da PSP quando provocava distúrbios aos gritos no terminal rodoviário da Eva após perder o autocarro no qual se preparava para fugir da cidade, disse ao DN fonte do Comando Distrital daquela força de segurança.

O suspeito, de 24 anos e com antecedentes criminais, nomeadamente por assaltos, agressões e tráfico de droga, já tinha recebido ordem de expulsão do país por parte do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras. Na altura da detenção, apresentava vestígios de sangue nas calças, o que reforçou a ideia dos factos descritos pela vítima. Encontra-se detido na esquadra da PSP e será presente na segunda-feira ao Tribunal de Faro. A Polícia Judiciária está a proceder a investigações.

A rapariga teve de ser levada numa ambulância para o Hospital de Faro, cerca das 7h45, depois de pedir auxílio a um polícia que estava de serviço junto ao Banco de Portugal. Segundo o relato da vítima, que "estava mesmo muito maltratada", de acordo com várias fontes policiais ao DN, o violador "ameaçou que a mataria se fosse contar" o sucedido às autoridades e a certa altura até disse que "se ia embora do país".

Depois de, como descreveu, ter sido "agredida e violada", a jovem, residente em Tavira e que se preparava para ir para casa de familiares em Faro quando foi sequestrada pelo cabo-verdiano no Largo de São Francisco, acabou por ser "atirada para um buraco", o qual, ainda confusa, indiciou à polícia como sendo um poço. "Trata-se de um buraco com cerca de dois metros de profundidade, de onde a vítima conseguiu sair e fugir" do violador, acrescentou fonte da PSP.


Patrocínio
 
13627Visualizações
7Impressões
159Comentários
2Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
TAGS
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password




PUB

Especiais

Recuar
Avançar
Coleção DN 150 anos - DN Destaque
BT Edições Multimédia
Epaper
Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN (Pintura) (22-24Nov)



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Como classifica a atuação da justiça portuguesa nos últimos meses?

Muito boa
Boa
Média

Muito má
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper