Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Faro

Jovem de 20 anos raptada e violada junto a salinas

por José Manuel Oliveira  

A vítima foi levada para o Hospital de Faro após ter conseguido fugir de um buraco com dois metros de profundidade no qual foi lançada. Suspeito, de 24 anos e nacionalidade cabo-verdiana, acabou por ser detido pela PSP após perder o autocarro para fugir da cidade e quando provocava distúrbios aos gritos no terminal da Eva.

Uma jovem portuguesa de 20 anos foi alvo de rapto, sequestro e violação durante na madrugada de sábado numa zona de salinas junto ao Largo de São Francisco, em Faro, tendo apontado como autor do sucedido um rapaz de nacionalidade cabo-verdiana, que acabou por ser detido por elementos da PSP quando provocava distúrbios aos gritos no terminal rodoviário da Eva após perder o autocarro no qual se preparava para fugir da cidade, disse ao DN fonte do Comando Distrital daquela força de segurança.

O suspeito, de 24 anos e com antecedentes criminais, nomeadamente por assaltos, agressões e tráfico de droga, já tinha recebido ordem de expulsão do país por parte do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras. Na altura da detenção, apresentava vestígios de sangue nas calças, o que reforçou a ideia dos factos descritos pela vítima. Encontra-se detido na esquadra da PSP e será presente na segunda-feira ao Tribunal de Faro. A Polícia Judiciária está a proceder a investigações.

A rapariga teve de ser levada numa ambulância para o Hospital de Faro, cerca das 7h45, depois de pedir auxílio a um polícia que estava de serviço junto ao Banco de Portugal. Segundo o relato da vítima, que "estava mesmo muito maltratada", de acordo com várias fontes policiais ao DN, o violador "ameaçou que a mataria se fosse contar" o sucedido às autoridades e a certa altura até disse que "se ia embora do país".

Depois de, como descreveu, ter sido "agredida e violada", a jovem, residente em Tavira e que se preparava para ir para casa de familiares em Faro quando foi sequestrada pelo cabo-verdiano no Largo de São Francisco, acabou por ser "atirada para um buraco", o qual, ainda confusa, indiciou à polícia como sendo um poço. "Trata-se de um buraco com cerca de dois metros de profundidade, de onde a vítima conseguiu sair e fugir" do violador, acrescentou fonte da PSP.


Patrocínio
 
13813Visualizações
7Impressões
159Comentários
2Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
TAGS
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password




PUB
NOS ConferênciaPrémioInovaçãoNOS - DN Destaque

Especiais

Recuar
Avançar
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - DN Destaque
BT Edições Multimédia
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Pensa que as taxas de juro negativas são boa notícia para as famílias portuguesas?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper