Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Web

Facebook e LinkedIn prometem reforçar privacidade

 

As redes estão a tentar encontrar soluções para o roubo de identidades dos seus utilizadores
As redes estão a tentar encontrar soluções para o roubo de identidades dos seus utilizadores Fotografia © Thomas Hodel/Reuters

Redes sociais vão alterar as suas políticas de segurança para evitar o crescente número de roubo de dados dos seus utilizadores.

O Facebook e o LinkedIn concordaram em reforçar as suas equipas de privacidade, depois do crescente número de casos que foram reportados, nos últimos tempos, de roubo de dados e violação de segurança dos usuários.

A última delas, por exemplo, levou à divulgação de milhões de passwords de utilizadores do LinkedIn, que tem cerca de 100 milhões de utilizadores.

A informação foi dada pela Comissão de Proteção de Dados na Irlanda, onde está localizada a sede do Facebook que "cuida" de todos os usuários da rede social, excepto os dos EUA e Canadá.

A rede social concordou, em dezembro último, em rever o seu sistema de privacidade, depois do regulador irlandês ter frisado que as políticas de Mark Zuckerberg eram "complexas e pouco transparentes".


Patrocínio
 
3743Visualizações
0Impressões
0Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 


PUB

NOTÍCIAS Mais VISTAS

Continente UVA D'OURO 2015 DN 300x100
Btn EdMultimedia - Geral



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Agora que Pedro Santana Lopes se afastou da corrida, quem pensa que seria melhor candidato presidencial da direita?

Marcelo Rebelo de Sousa
Rui Rio
Deveriam ambos candidatar-se
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper